SERVIÇOS

Trombose: entenda a doença de Túlio Gadelha, namorado de Fátima Bernardes

Muitas vezes, trombose só é descoberta em estágios avançados. Em alguns casos, paciente pode ter que amputar a perna.

Nessa quarta-feira, 27 de novembro, o namorado da apresentadora Fátima Bernardes, o advogado Túlio Gadêlha, de 33 anos, assustou parte dos fãs. Ele anunciou nas redes sociais que uma viagem de avião seria cancelada. O motivo é que, ao levar o pai para ser consultado em um hospital,  o filiado ao PDT acabou descobrindo uma doença, comum, mas que é mais grave do que parece.

Anúncios

Túlio Gadelha, mesmo sendo muito jovem, está com trombose. Essa é uma enfermidade comum em pessoas da terceira idade, mas que em casos mais graves, o paciente pode até ter que amputar o membro.

Trombose pode aparecer por hereditariedade e maus hábitos que afetam circulação do sangue

No caso do namorado da apresentadora Fátima Bernardes, ele após voltar de uma viagem do exterior, estava sentindo uma dor estranha no pé. Ao passar por um exame, descobriu que estava com o problema. Quem tem trombose deve evitar viagens aéreas e ficar na mesma posição por muito tempo, como ficar em pé ou sentado.

Anúncios
Trombose, a doença enfrentada pelo namorado de Fátima Bernardes, que pode ser descoberta através de exames - Foto/Divulgação
Trombose, a doença enfrentada pelo namorado de Fátima Bernardes, que pode ser descoberta através de exames – Foto/Divulgação

A trombose ocorre quando há formação de um coágulo sanguíneo em uma ou mais veias grandes das pernas e das coxas. Esse coágulo bloqueia o fluxo de sangue e causa inchaço e dor na região. O problema maior é quando um coágulo se desprende e se movimenta na corrente sanguínea, em um processo chamado de embolia.

Quais são os sintomas mais comuns da trombose

  • Dor nas pernas, principalmente nas panturrilhas, podendo chegar até o pé e o tornozelo
  • Sensação de queimação na região afetada
  • Mudanças na cor da pele da região afetada pela doença, que começa a ficar vermelha ou azul
  • Edema (inchaço) na perna afetada.

Em casos mais avançados, trombose leva à amputação

São nesses casos, que são considerados mais raros, é que pode ser necessário uma amputação do membro. Antes disso acontecer, é claro, os médicos tentam outras alternativas. Confira, a seguir, um vídeo que explica melhor a trombose e como ela pode se agravar, virando uma embolia:

Podem contribuir para esse problema,  a diabetes, falta de exercícios físicos, elevada idade, além de ficar sentado sem fazer algum tipo de alongamento ao longo de horas. A hereditariedade também pode influenciar no aparecimento da trombose.

TAGS

Hugo Soares

Hugo Soares se formou em jornalismo pela Cásper Líbero, mas desde 2015 vive em Duque de Caxias. Jovem e interessado, Hugo é um dos mais atuantes de nossa equipe.

ARTIGOS RELACIONADOS